Brasília, 16 de dezembro de 2017 às 07:29
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 16/03/2017 7:05

 Especialista: Coreia do Sul precisa de armas nucleares para conter Coreia do Norte

.

Share Button

© REUTERS/ KCNA

Enquanto a Coreia do Norte se nega a normalizar relações com EUA e Japão e continua aumentando seu potencial de mísseis nucleares, a Coreia do Sul, provavelmente, precisa criar suas próprias armas nucleares caso queira atingir desarmamento nuclear da Coreia do Norte.
O diretor do Centro de Pesquisas de Unificação e Estudos Estratégicos do Instituto de Sejong, Cheong Seong-Chang, especialista em relações intercoreanas, comentou a situação em entrevista à Sputnik Coreia no dia 15 de março:

“O problema das armas nucleares na Coreia do Sul é complexo. É necessário examiná-lo não somente do ponto de vista da segurança, mas do ponto de vista da economia, diplomacia e do diálogo intercoreano, sendo de grande importância convencer EUA e China sobre a questão.”

Segundo o especialista, “é vital examinar profundamente a questão de criação de armas nucleares pela Coreia do Sul, que poderia se tornar a base para segurança nacional, criando um contrapeso ao desenvolvimento de armas nucleares da Coreia do Norte”.

“No âmbito de resistência da China e EUA, armas nucleares da Coreia do Sul são um meio de ampliar a liberdade da diplomacia, aumentar eficiência da defesa baseada no armamento comum e diminuir significativamente despesas com segurança.”

Ao mesmo tempo, o especialista opina que “a criação de armas nucleares possa obrigar a Coreia do Norte, que considera que vale a pena negociar questões de defesa somente com os EUA, a sentar a mesa de negociações para discutir as mesmas questões com a Coreia do Sul”.

Além disso, Cheong Seong-Chang sugeriu: “O problema do programa nuclear da Coreia do Norte tem se tornado, devido à piora das relações entre Norte e Sul, não só coreano, mas internacional. Para que esse assunto novamente se torne um problema dos países da península coreana, é importante normalizar as relações entre Norte e Sul. Por isso, o novo governo deve tomar medidas para que os contatos entre os países, em todos os níveis de poder, incluindo o mais alto nível, tornem-se regulares”.

“Novo governo necessitará resolver todos os problemas acumulados da cooperação intercoreana através do desenvolvimento dos laços entre Norte e Sul: o problema das famílias separadas, renovar funcionamento da Região Industrial de Kaesong e, em seguida, desenvolvê-lo, renovar projetos conjuntos na área de turismo, projeto de criação de ferrovia ultrarrápida e autoestrada Coreia do Sul-Coreia do Norte-China”, concluiu.

Sputnik

Comentários: