Brasília, 26 de maio de 2019 às 03:11
Selecione o Idioma:

Especiais

Postado em 27/02/2019 8:39

Amor, festas e educação: o que você não imagina da vida dos jovens norte-coreanos (FOTOS)

.

© AFP 2018 / Ed Jones

Parques temáticos, amor secreto pela música popular sul-coreana e aulas de línguas estrangeiras: a posse de Kim Jong-un significou uma nova era para os jovens desse país.

O professor da Academia de Estudos Coreanos, Kim Hyuk, que nasceu e passou a maior parte de sua juventude no nordeste da Coreia do Norte, mas que partiu para a Coreia do Sul nos anos 90, contou à Sputnik Vietnã quais são as tendências atuais na sociedade norte-coreana.

Segundo o especialista, as recentes mudanças na vida cotidiana da Coreia do Norte dão esperança de que as diferenças entre Seul e Pyongyang diminuam gradualmente.

Expressão de amor

No início dos anos 2000, na sociedade norte-coreana prevalecia uma atitude conservadora na questão das relações românticas.

Pista de patinagem em Pyongyang
© AP PHOTO / DITA ALANGKARA
Pista de patinagem em Pyongyang

Por exemplo, até há alguns anos, parecia impossível caminhar de mãos dadas na rua.

Um casal apaixonado em Pyongyang
© AP PHOTO / ALEKSANDR YUAN
Um casal apaixonado em Pyongyang

Na Coreia do Norte hoje domina o conceito de “amor livre”, assim, os toques íntimos são percebidos como algo natural e se pode ver cada vez mais casais andando de mãos dadas.

Casamentos

No tempo de Kim Jong-un, os casamentos são celebrados na casa de um dos recém-casados. O elemento principal da mesa tradicional é o bolo de casamento.

Um casamento em Pyongyang
© SPUTNIK / ILIA PITALEV
Um casamento em Pyongyang

Além disso, cada vez mais casais vão a estúdios fotográficos para fazer uma sessão de fotos profissionais por ocasião do seu matrimônio.

Habitação

Recentemente, o mercado imobiliário norte-coreano vive um pico de popularidade, o que leva a preços mais altos e torna quase impossível para as famílias pobres comprarem sua própria casa ou apartamento.

Edifícios residenciais em Pyongyang
© SPUTNIK / VITALY BELOUSOV
Edifícios residenciais em Pyongyang

No entanto, as famílias mais ricas compram aos filhos apartamentos para depois do casamento. Isso, por sua vez, significa um distanciamento gradual da “cultura da família grande”, que envolvia a vida em conjunto de duas ou três gerações sob o mesmo teto.

Educação

A educação extracurricular tornou-se muito popular no tempo de Kim Jong-un. Atualmente as famílias preferem ter um ou dois filhos. As pessoas mais ricas escolhem a educação privada. No entanto, as crianças de famílias pobres também têm oportunidade de assistir a aulas de línguas estrangeiras, matemática ou instrumentos musicais.

Alumnas norte-coreanas
© SPUTNIK / ILIA PITALEV
Alumnas norte-coreanas

As aulas de inglês ou chinês são as mais populares entre as crianças norte-coreanas, pois aumentam suas oportunidades de conseguir um emprego em uma empresa internacional. Deve-se notar que os preços nos povoados são várias vezes menores do que na cidade.

Festas

No passado, os membros das famílias costumavam se reunir para celebrar festas, mas agora os jovens preferem passar mais tempo com os amigos.

Adolescentes norte-coreanos
© SPUTNIK / VITALY BELOUSOV
Adolescentes norte-coreanos

Quanto às escolas, a prática comum era oferecer ao professor uma garrafa de álcool e cigarros. No entanto, agora é considerado normal que os estudantes lhe deem dinheiro. No Dia do Professor, um professor recebe em média 60 mil wons norte-coreanos (mais de R$ 1.600), o que é suficiente para comprar 20 quilos de arroz.

Diversão

Enquanto os povoados e cidades pequenas ainda carecem da cultura de entretenimento, as grandes cidades têm cada vez mais parques de diversões, zoológicos e clubes de videojogos, embora oficialmente sejam chamadas de “lojas de tecnologias informáticas e de comunicação”, e também salas de bilhar ou karaokê e até teatros 3D.

Parque de diversão em Pyongyang
© SPUTNIK / VITALY BELOUSOV
Parque de diversão em Pyongyang

Tudo isso mudou a cultura dos jovens. Embora, um par de anos atrás, as autoridades tentaram reforçar o controle dessa área, elas não foram muito bem-sucedidas.

Um clube de videojogos em Pyongyang
© AFP 2018 / ED JONES
Um clube de videojogos em Pyongyang

A maioria dos locais de entretenimento é financiada por investidores privados.

Produtos de beleza

As mulheres norte-coreanas estão apostando em cosméticos chineses e sul-coreanos.

Um salão de beleza em Pyongyang
© SPUTNIK / MARIA SIDIBE
Um salão de beleza em Pyongyang

No entanto, na Coreia do Norte, a venda de produtos de beleza produzidos na Coreia do Sul é proibida, por isso mulheres são forçadas a comprá-los através de vendedores ilegais. Em particular, as bases de maquiagem sul-coreanas são muito populares na Coreia do Norte.

Sputnik

Comentários: