Brasília, 9 de dezembro de 2018 às 20:35
Selecione o Idioma:

Oriente Médio

Postado em 28/09/2018 11:25

Chanceler iraniano: Israel é único regime na região com programa nuclear secreto

.

© Sputnik / Vladimir Astapkovich

O chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif, instou Israel a prestar informações sobre seu “programa ilegal de armas nucleares”.

A afirmação surge após o premiê israelense Benjamin Netanyahu ter declarado durante seu discurso na ONU que o Irã possui um armazém atômico secreto em Teerã.

“Nenhum show de artes e ofícios jamais ofuscará o fato de Israel ser o único regime na nossa região com um programa de armas nucleares secreto e não declarado, incluindo o atual arsenal atômico. Chegou a hora de Israel confessar e revelar seu programa ilegal de armas nucleares aos inspetores internacionais”, escreveu o ministro das Relações Exteriores do Irã no seu Twitter.

Ontem (17), ao discursar na Assembleia Geral da ONU, o primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu havia afirmado que o Irã possui um armazém atômico secreto que teria sido descoberto pela inteligência israelense. Como prova, Netanyahu apresentou uma suposta imagem de satélite e uma foto de uma parede com um portão de ferro.Segundo o premiê, o armazém poderia conter até 300 toneladas de materiais relacionados a armas nucleares e apelou à Agência Internacional de Energia Atômica para que inspecione urgentemente a área indicada por ele.

As relações entre Israel e Irã continuam tensas desde 1979, quando a monarquia foi derrubada em Teerã, com os países tendo divergências políticas, religiosas e econômicas. Teerã é contra a ocupação de territórios islâmicos por Israel, enquanto Tel Aviv se preocupa em primeiro lugar com a chamada ameaça nuclear iraniana.

Comentários: