Brasília, 23 de setembro de 2018 às 13:51
Selecione o Idioma:

Especiais

Postado em 19/02/2018 8:18

Coreia do Norte comemora o 70º aniversário do Exercito Popular

.

Discurso de Kim Jong Un no desfile militar pelo 70º aniversário do Exército Popular da Coreia (EPC)

Publicado em 10 de fevereiro de 2018 por KFA Euskal Herria

Desfile militar pelo 70º aniversário de fundação do Exército Popular da Coreia
 
Kim Jong Un, Presidente do Partido do Trabalho da Coreia e do Comitê de Estado da República Popular Democrática da Coreia e Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia, pronunciou um discurso de felicitação na parada militar realizada em comemoração pelo septuagésimo aniversário de fundação do Exército Popular da Coreia.
 
O texto completo do discurso é o que segue:
 
 
Valorosos oficiais e soldados do Exército Popular da Coreia,
 
Comandantes e combatentes das tropas que participam da parada em homenagem pelos 70º aniversário de fundação do EPC.
 
Queridos cidadãos de Pyongyang e demais habitantes de todo o país:
 
Hoje celebramos uma solene parada de tropas do EPC em honra pelo aniversário da fundação do EPC, forças armadas regulares, pelo grande Líder Kim Il Sung.
 
Se a primeira parada realizada há sete década pelas forças armadas regulares na praça em frente a estação ferroviária de Pyongyang foi uma demonstração do majestosa nova Coreia, a de hoje fará gala do aspecto imponente da poderosa República Popular Democrática da Coreia, transformada em uma potência militar.
 
Neste lugar em que evocamos com emoção a enorgulhecedora trajetória do heroico EPC, presto o maior tributo e eterna glória al grande Líder Kim Il Sung e ao grande Dirigente Kim Jong Il, o primeiro fundador e ambos construtores das forças armadas revolucionárias autóctones, como reflexo do profundo sentimento de gratidão de todos os militares e civis.
 
Minha sincera homenagem aos mártires revolucionários anti-japoneses e do Exército Popular que, com o fuzil na mão, deram sem vacilação, a juventude e a vida pela reunificação, independência e emancipação nacionais e pela construção socialista. Minhas calorosas felicitações e saudações militantes aos veteranos da guerra, reservistas e todos os militares que comemoram o aniversário do Exército.
 
Meus mais sinceros agradecimentos aos nossos operários, camponeses e outros setores do povo que, com complacência, enviam seus filhos aos postos de defesa e, em meio a provas e dificuldades, prepararam com preferência absoluta, o quanto se fazia necessário para a combatividade do Exército Popular.
 
Companheiros:
 
Da mesma forma que no 25 de abril, quando o grande Líder organizou o Exército Popular da Coreia, o dia 8 de fevereiro em que fundou o Exército Popular da Coreia, as forças armadas revolucionárias regulares, é um dia histórico de grande transcendência para o construção das forças armadas revolucionárias e da causa revolucionária da Ideia do Juche.
 
Ter um poderoso exército nacional era um sonho acalentado pela nação coreana, que estava condenada à miserável vida da apátrida falta de um exército que valesse a pena.
 
Este sonho secular se tornou realidade setenta anos atrás graças à acertada orientação do grande Líder Kim Il Sung.
 
Logo após a libertação do país, o grande Líder apresentou a criação de um poderoso exército regular como requisito indispensável da construção de um Estado soberano e independente e impulsionou essa tarefa com sua extraordinária ideia e enérgica direção, fundando em menos de três anos o EPC, autóctonas forças armadas regulares revolucionárias.
 
Estamos falando de um exército revolucionário que mantém ao pé da letra as tradições da luta anti-japonesa, herdando o indomável espírito revolucionário, ricas experiências e hábeis métodos de combate do Exército Revolucionário Popular da Coreia.
 
Com o nascimento de autóctonas forças regulares, nossa República pode emergir desde o começo como dignificante país do povo com sua própria segura garantia militar, vencer as tropas agressoras imperialistas que se jactavam da “supremacia” mundial e obter uma grande vitória na Guerra de Libertação da Pátria.
 
Em 25 de abril de 1932 quando lançaram suas raízes nossas forças armadas revolucionárias, tornou-se possível derrotar o vandálico império nipônico e conseguir a sagrada causa da emancipação nacional. E em 8 de fevereiro de 1948, dia do nascimento das forças armadas regulares herdeiras das tradições anti-japonesas, permitiu-nos obter uma grande vitória na Guerra de Libertação da Pátria e prosseguir no avanço vitorioso da causa socialista.
 
Toda a trajetória do EPC esteve caracterizada por um prolongado estado de tensão e por um intenso enfrentamento no maior barril de pólvora e no ponto mais candente do mundo com o iminente perigo de uma nova guerra.
 
Fiel a sua missão de defende a pátria, a revolução e o povo, nosso exército frustrou todas as arriscadas provocações do inimigo com a linha militar de autodefesa e com a consigna levantada de um contra cem, fortalecêndo-se nesse transcurso em indestrutíveis tropas de combate capazes de vencer de um golpe qualquer inimigo poderoso.
 
Nos mais árduos e difíceis momentos em que tivemos que brigar sós contra a aliança imperialista, sem flanco nem reforço, o Exército Popular realizou grandes proezas na heroica luta de morte na primeira linha da revolução sob a direação do grande General.
 
Por contar com um exército revolucionário de elite, ponta de lança incomovível e abandeirado na defesa do socialismo e da revolução na frente anti-imperialista e na avançada da construção de uma pátria rica e poderosa, nossa República conseguiu vitórias sucessivas e contundentes na defesa do socialismo e exibiu seu aspecto imponente como uma das maiores potências militares do mundo.
 
Não há comparação na história o milagre de haver conseguido por sua própria conta a grande obra da fundação do exército sobre as ruínas e preparado as mais poderosas forças militares em meio ao mais persistente desafio e bloqueio. Esta é uma imensa proeza que somente podem realizar o grande Líder e o grande General, eminentes patriotas e comandantes de aço, em seu empenho para enriquecer a nação e fortalecer o exército.
 
Oficiais e soldados do Exército Popular:
 
O EPC, que com passos firmes partiu solenemente da praça há sete décadas, chegou ao presente içando a bandeira do triunfo em todos os campos de batalhas encarniçadas em defesa da pátria e do povo.
 
Formado hoje como o mais poderoso do mundo, constitui o firme pilar de defesa da paz, que previne a catástrofe na Península Coreana e suas proximidades, assim como a patrulha de vanguarda da grande marcha do nosso povo rumo à vitória definitiva do socialismo.
 
Hoje, nosso povo sente um grande orgulho por ter seu valente exército que luta sem descanso, com o espírito e o ímpeto do monte Paektu e encontra renovada força e ânimo na combatividade do nosso exército, que se eleva a cada dia mais.
 
Com ardente sangue e suor e entrega total, conquistou o verdadeiro amor e confiança do povo, e com o fervoroso respaldo e apoio do povo, consegue a unidade monolítica e protagoniza façanhas na defesa nacional e na construção socialista.
 
Ter tão importante e poderoso exército da revolução e do povo é um orgulho do nosso Partido e Estado e a grande felicidade do nosso povo.
Para mim é uma grande honra assumir a responsabilidade de comandante supremo que dirige um valoroso exército revolucionário como são os senhores.
Em  nome do Partido do Trabalho da Coreia, do governo da República  e de todo o povo, volto a felicitar e saudar fervorosamente todos os oficiais e soldados do heroico EPC por ocasião do 70º aniversário de sua fundação.
Combatentes das colunas na parada e demais militares do EPC:
Quanto maiores forem a confiança do Partido e da pátria e o amor do povo para com os senhores, tanto mais devem se esforçar para defender a pátria e a nação com seu sincero serviço e abnegação, como exército do Partido e do povo.
O Exército Popular deve consolidar por todos os meios o poderio político e militar correspondente à posição de nosso prestigioso Estado em consonância com a demanda da época e da revolução em desenvolvimento e assegurar militarmente a luta de nosso Partido e povo para culminar a causa socialista.
A tarefa principal que os senhores têm de hoje em diante é completar sua combatividade como exército revolucionário ao materializar cabalmente a linha estratégica e as tarefas apresentadas pelo Partido para seu fortalecimento, agitando a consigna de sua identificação com o Kimilsungismo-Kimjogilismo.
O Exército será ilimitadamente fiel à direção do Partido do Trabalho da Coreia.
Estamos falando de um exército nascido e formado no ventre do Partido e que tem a ideia revolucionária e a direção deste como fonte de seu poderio.
Compete a ele ser o primeiro corpo e guarda que defendem com o fuzil o Comitê Central do Partido, confiando a ele seu destino.
É necessário estabelecer cabalmente em todo seu seio o sistema de direção única do Partido, implantar um ambiente revolucionário que lhe permita acatar suas ordens e indicações como um só homem e organizar e realizar todas as atividades atendendo seus lineamentos e política.
Devem assumir como duas tarefas primordiais: o fortalecimento do exército no aspecto político-ideológico e no moral e dedicar ingentes esforços para transformá-lo em forças com firmeza de ideia e fé, como o sétimo regimento da guerrilha anti-japonesa e as unidades de vanguarda da Guerra de Libertação da Pátria.
O Exército Popular intensificará mais o treinamento para elevar a capacidade de combate real.
Eis aqui precisamente uma maneira de defender a pátria socialista e o povo, e sendo mais exigente com os exercícios se pode formar o quanto antes um poderoso exército.
É preciso renovar sem cessar o conteúdo, a forma e o método dos exercícios de acordo com a estratégia, tática e ideologia militares do Partido e com a exigência e modalidade do autóctono método de combate e da guerra moderna e não interromper um só momento os exercícios práticos que se assemelham à batalha real.
Agora que os Estados Unidos e seus seguidores fazem agitação na Península Coreana e suas proximidades, cabe-lhe manter uma vigilância extrema e dar mais estímulo aos preparativos de guerra, de modo que os agressores não se atrevam a violar nem afrontar, de modo algum, a dignidade e a soberania nacionais.
As unidades de diversos exércitos, armas e especialidades terão um bom domínio de seus armamentos, treinando para a maior especialização e desta maneira estarão sempre prontas para combater com alta tecnologia em qualquer operação.
Em particular, de acordo com a exigência de uma nova fase para transformar todo o exército em um exército de quadros e modernizado, apresentarão como importante tarefa estratégica a excelente preparação de seus efetivos em todos os aspectos e apresentarão primordial atenção a sua realização.
Ao Exército Popular cabe estabelecer uma férrea disciplina militar e aperfeiçoar seu aspecto como forças regulares.
Todos os militares, do soldado ao general, tornarão suas as normas e regras estabelecidas e se acostumarão a observá-las. As unidades e subunidades e os militares demonstrarão seu aspecto como forças regulares em qualquer lugar e momento.
Sempre conscientes de que não podem viver um só instante separados da população, todos os oficiais e soldados a respeitarão e amarão de todo coração e manterão o belo traço do exército revolucionário que se arrisca para defendê-la.
Pensarão que para o povo não existem tarefas importantes ou menores e considerarão como um estilo revolucionário dedicar a ele o máximo de si com uma atitude de ilimitada sinceridade.
Agitando mais a consigna patriótica e revolucionária de Encarreguemo-nos tanto da defesa nacional como da construção socialista, mostrarão o heroísmo sem igual em todas as obras para materializar o sonho e o ideal do povo, com o espírito criador e a combatividade que tudo torna possível, e continuarão sendo os primeiros em embelezar a nossa pátria.
Companheiros:
Enquanto persistir o imperialismo na Terra e continuar a política hostil dos Estados Unidos contra a Coreia, jamais poderá variar a missão do Exército Popular como poderoso antídoto para defender o país, o povo e a paz.
A vitória final pertence ao nosso Partido e povo, que empunham com firmeza o fuzil da revolução.
Estamos seguros de que o Exército Popular da Coreia, que vem assegurando com as armas a causa revolucionária do Juche, continuará salvaguardando como muralha de aço o Partido, a revolução, a pátria e o povo e multiplicando sua capacidade como defensor da justiça e da paz.
Por ter o Exército Popular da Coreia ilimitada fidelidade à direção do Partido do Trabalho da Coreia, nossa gloriosa pátria, a República Popular Democrática da Coreia, será eternamente poderosos e próspera.
Todos os oficiais e soldados do Exército Popular:
Diante dos senhores flamejará semrpre a bandeira do invencível Partido do Trabalho da Coreia, dándo-lhes um grande estímulo e conduzindo-os rumo a uma nova luta e vitória.
Lutemos com valentia pelo Partido, pela revolução, pela pátria e pelo povo!
Fonte: KCNA
Hoje há 70 anos…
 
Publicado em 8 de fevereiro de 2018 por KFA Euskal Herria
Kim Il Sung, fundador do Exército Popular da Coreia e da RPDC

Na manhã daquele ano histórico

Amanheceu o 8 de fevereiro de 1948 em que o grande Líder Kim Il Sung proclamaria perante o mundo a fundação das formas armadas revolucionárias regulares.

Nessa manhã, enquanto ele se preparava para sair para o centro do desfile militar, a Heroína Anti-japonesa Kim Jong Suk lhe disse com todo respeito: Hoje é um dia significativo; acho que a roupa lhe fica bem para passar em revista as forças armadas regulares.
Afirmando que se tratava de uma data histórica e de profunda importância, o Líder lembrou o que ocorreu 16 anos atraś quando ele organizava em Antu a Guerrilha Popular Anti-japonesa, vestido com o uniforme que lhe confeccionou sua mãe, Kang Pan Sok enquanto adoecia.

Momentos depois expressou: Se apesar das difíceis e complexas circunstâncias criadas depois da liberação do país podíamos terminar a tempo os preparativos para fundar o Exército Popular, é porque durante a Luta Armada Anti-japonesa havíamos formado a estrutura das forças armadas revolucionárias e acumulado ricas experiências. E convidou sua mulher e seu filho Kim Jong Il a acompanhá-lo para assistir ao desfile solene do exército que defenderia com as armas a dignidade e a honra da nação.

Na parada militar

Ás 10 horas em ponto, quando o Líder Kim Il Sung, patriótico sem igual e herói legendário, apareceu com largo sorriso no rosto na tribuna presidencial da praça, ressoaram as efusivas aclamações e aplausos.
Uma vez iniciado o desfile, as colunas dos militares marcharam a passos firmes diante da tribuna.
Vendo o espetáculo, o pequeno Kim Jong Il disse a sua mãe que lhe surgia uma ideia sobre a necessidade de unir em corpo e alma a infantaria, a artilharia e os tanquistas durante o combate.
A senhora afirmou suas palavras explicando que isso implicava na operação conjunta.
Um exército adestrado nessa tática pode ser vencedor na luta; tal ação militar é organaizada pelo hoemm, que é o ente mais precioso, respondeu Kim Jong Il.

Quero que quando cresceres sejas um general e dirijas de tal maneira o exército – insistiu-lhe ela ao lhe parecer ver outro grande general do futuro que apreciará e amará os militares mais do que o armamento, e um exército invencível comandado por ele.

Kim Il Sung ladeado por seu filho Kim Jong Il e pela heroína Kim Jong Suk

A tarefa mais importante

O fato de ter sido fundado um exército regular na Coreia representava uma obra histórica conseguida ao custo do sangue de muitos revolucionários e graças à lealdade patriótica de seu povo.
Naquele dia, na morada do Líder se viam luzes até o avançar da noite.
Ele expressou a seus familiares: Se nosso país, que se orgulhava de sua longa história de cinco milênios, foi ocupado pelos agressores japoneses sem opor resistência contra eles, era porque os governantes feudais relaxavam no empenho para formar os militares e defender o país, ou seja, menosprezavam o mais importante de todos os quefazeres estatais. Tanto agora como no futuro, os que amam de coração o país e o povo devem considerar a questão militar como a tarefa mais importante e conceder a ela sempre uma profunda atenção.
 
Nesse instante o pequeno Kim Jong Il se pôs de pé e respondeu em tom enérgico: Compreendi o importante que é a defesa do país e,  se ela for desprezada, nosso país será derrotado.

Ao ouvi-lo, seus país esboçaram um leve sorriso.

A firme vontade que Kim Jong Il tomou o dia do nascimento das forças armadas revolucionárias regulares e deu lugar ao modo político do Songun (prioridade dos assuntos militares), o ideal político do Songun que ele aplicou nos dias posteriores e que situou a Coreia Socialista do Juche na posição da digna potência, causando grande admiração no mundo.
CELÉBRA-SE O DIA DA ESTRELA LUZ, NATALICIO 76º DO DIRIGENTE Kim Jong Il.
 
Imagem incorporadaImagem incorporada
Kim Jong Il (1942-2011), eterno líder da RPD da Corea, fue autêntico dirigente
que tinha plena confiança e se apoiava em seu povo
 
Visitaram a praça do Palácio do Sol Kumsusan, supremo lugar sagrado do Juche donde estão conservados os corpos do Presidente Kim Il Sung e do Dirigente Kim Jong Il, para lhes render a sublime homenagem diante de seus retratos com sorriso largo.
Os oficiais e soldados do Exército Popular da Coreia, trabalhadores de diferentes estratos, jovens e crianças escolares fizeram reverência aos grandes Líderes antecessores diante de suas estátuas de bronze e imagens com sorriso largo.
Incontáveis foram os visitantes na sede do XXII Festival de Kimjongilias em Pyongyang, as exposições provinciais da mesma flor e as exibições fotográficas.
Ofertaram-se eventos artísticos peculiares nos teatros da capital e outras localidades.
Muitas crianças escolares ingressaram na Organização de Crianças da Coreia com a decisão de se prepararem como donos do futuro e fidedignos trabalhadores da Coreia socialista no esteio do Marechal  Kim Jong Un.
Realizaram-se nas fábricas, empresas e granjas de todos o país as funções artísticas e os jogos deportivos e recreativos que refletem a grande honra e dignidade nacionais do povo coreano que conta a cada geração com o grande Líder e Marechal insigne.
Ocorreram na Praça Kim Il Sung e outros lugares da capital o jogo com cometa, o jogo com volante, o salto à comba e outros jogos folklóricos.
Os habitantes passaram alegremente pelo Parque de Atrações de Mangyongdae, pelo de Rungna, pelo Complexo de Piscinas de Recreação de Munsu e outros lugares de descanso cultural.

KCNA

Para mais informações sobre a República Popular Democrática da Coreia, seguem os enlaces:

KFA:
http://korea-dpr.com/
http://www.kfaspain.com/
KFA Euskal Herria:
http://kfa-eh.org/
KFA País Valencià:
http://kfa-paisvalenciano.blogspot.com.es/
KFA Radio:
http://kfa-radio.blogspot.com.es/
Vídeos:
http://www.youtube.com/user/EHkoKFA
Tienda:
https://www.facebook.com/North-Korea-Store-208110296360907/
Blog de Alejandro Cao de Benós:
http://alejandrocaodebenos.blogspot.com.es/
Facebook de Alejandro:
https://es-es.facebook.com/alejandrocaodebenos
Facebooks:
https://www.facebook.com/kfaespanaoficial/
https://es-es.facebook.com/pages/KFA-Euskal-Herria/221738154535990
https://www.facebook.com/kfamadridoficial/
https://www.facebook.com/KFAPV/
Pyongyang Café:
https://www.facebook.com/pyongyangcafe/
Grupo de Estudio de la Idea Juche (GEIJ) de Madrid:
https://ideajuchemadrid.wordpress.com/
South Korea: Stop Kidnappings! Free the 12!
https://stopkidnappings.wordpress.com/
Asociación Coreana de Científicos Sociales:
http://kass.org.kp/
KCNA:
http://www.kcna.kp/kcna.user.home.retrieveHomeInfoList.kcmsf;jsessionid=3230633C2D5FBE46007FB18298C81FE3?lang=spn
KCTV:
mms://121.167.43.161/chosun
Naenara:
http://naenara.com.kp/sp/
Corea de Hoy:
http://naenara.com.kp/sp/periodic/todaykorea/index.php
Comercio Exterior:
http://www.naenara.com.kp/sp/periodic/f_trade/index.php
Voz de Corea:
http://www.vok.rep.kp/CBC/spanish.php
One Corea Network:
http://onecoreanetwork.blogspot.com.es/
Rodong Sinmun:
http://www.rodong.rep.kp/InterEn/
Uriminzokkiri:
http://www.uriminzokkiri.com/index.php?ptype=english
De Pyongyang a La Habana:
http://depyongyangalahabana.blogspot.com.es/
Cultura coreana:
http://www.culturacoreana.es/
Corea Socialista:
http://coreasocialista.blogspot.com.es/
Viva Corea del Norte:
https://es-es.facebook.com/Viva-Corea-del-Norte-101495862343/
Blog de Cine:
http://antoniofernandezmunarrizhabladecine.blogspot.com.es/
DPRK 360:
http://www.dprk360.com/
Galería de imágenes:
http://korea-dpr.com/gallery.html

Comentários: