Brasília, 21 de abril de 2019 às 11:39
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 03/04/2016 11:06

Dilma processa a “Lixoé”.

.

POR · 02/04/2016

Eu nem ia comentar a histérica capa da Istoé, hoje, dizendo que Dilma Rousseff anda chutando móveis e querendo pilotar o Airbus presidencial.

É que tenho pouca paciência com quem exerce o jornalismo de forma calhorda e estimulando qualquer um a fazer fofocas escandalosas sem fontes ou tendo como fonte qualquer palhaço que queira dizer coisas desabonadoras por alguém.

Se isso fosse jornalismo, eu estaria autorizado a tratar do comportamento íntimo da repórter e do repórter que assinam aquele lixo.

Óbvio que não o faria, porque estou ciente do significado da palavra decência.

Mas acabo tendo de comentar, porque a Advocacia Geral da União anunciou o pedido de abertura de inquérito para apurar crimes de ofensa praticado contra a presidenta. Só comparação a Maria I, a Louca, rainha de Portugal no fim do século 18, já dá uma sentença bem pesadinha.

Embora a Justiça brasileira ande praticando a regra do “contra a mídia eu não dou sentença e a favor do governo muito menos”, essa é muito escandalosa.

Só mostra que a Istoé é uma revista diferenciada. Enquanto a Veja e a Época prestam-se ao papel de canos de esgoto midiático, a Istoé contenta-se com o papel de ser o próprio conteúdo da cloaca.

Leia a íntegra da nota da AGU:

A Advocacia-Geral da União  acionará o Ministério da Justiça para que determine a abertura de inquérito para apurar crime de ofensa contra a honra da presidenta da República cometido pela revista IstoÉ em reportagens publicadas nas duas últimas edições.

A AGU também invocará a Lei de Direito de Resposta para garantir, junto ao Poder Judiciário, o mesmo espaço destinado pela revista à difusão de informações inverídicas e acusações levianas. 

Eventuais ações judiciais de reparação de danos morais também estão sob análise de advogados privados da presidenta Dilma Rousseff.

Comentários: