Brasília, 24 de setembro de 2017 às 12:47
Selecione o Idioma:

Venezuela Resiste ao Império

Postado em 12/09/2017 4:47

Eleições para governadores na Venezuela serão realizadas em 15 de outubro

.

Share Button
Foto arquivo Foto: Ricardo Herdenez, AVN

Caracas, AVN.- As eleições para escolher os 23 governadores da Venezuela para os próximos quatro anos serão realizadas no dia 15 de outubro, informou o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) em nota à imprensa.

Para esta votação estão convocados a participar 18.094.065 eleitores, de acordo com o Corte de Registro Eleitoral (RE), correspondente a 15 de julho deste ano. Deste total 17.898.004 venezuelanos são residentes nos estados e 196.061 estrangeiros residentes no país e inscritos no Registro Eleitoral.

Este número não inclui nem os eleitores do Distrito Capital, porque este estado conta com um regime especial de governo, nem os eleitores que moram no exterior, já que se trata de uma eleição nacional.

Nestas eleições estão inscritos 226 candidatos de 76 organizações políticas, candidaturas auditadas por representantes de organizações políticas que participarão da votação.

O cronograma das atividades será publicado nesta terça-feira. A campanha eleitoral começa em 23 de setembro e termina no dia 12 de outubro.

O voto na Venezuela não é obrigatório.

Auditorias

A reitora do CNE, Socorro Hernández, informou que nesta semana, o CNE vai realizar a auditoria do software das urnas eletrônicas.

Depois continuam as auditorias de arquivos e configuração no dia 19 deste mês; a de dados eleitorais nas  máquinas e cadernos de votação, entre os dias 20 e 22; e a de certificação do software de apuração, prevista para os dias 2 e 3 de outubro.

Além disso, a auditoria da infraestrutura tecnológica eleitoral acontecerá nos dias 5 e 6 de outubro. “Isso tem que ver com todos os servidores, com todas nossas redes, com toda a infraestrutura que vai nos permitir fazer o processo, de quando todos os dados são recebidos”, explicou Hernández.

Outra das auditorias é a de produção das urnas eletrônicas, que começa em 26 de setembro e termina em 9 de outubro; enquando uma revisão adicional das urnas será realizada em 10 de outubro; a de telecomunicações, em 14 de outubro; e a de verificação cidadã no dia das eleições.

“Logo temos a de telecomunicações fase dois, isto é, depois da eleição. Fazemos auditorias que são antes e depois do evento para verificar que não houve nenhuma alteração de nossos meios de transmissão”, disse.

As duas últimas auditorias correspondem à verificação cidadã fase dois e a de dados de eleitores,entre os dias 1 e 4 de novembro.

Comentários: