Brasília, 23 de setembro de 2018 às 12:54
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 16/05/2018 10:02

Em todo o mundo: protestos contra Israel por massacre de palestinos em Gaza

.

Pars Today- Manifestantes pró-Palestina em todo o mundo reagem com raiva à morte de pelo menos 60 palestinos na Faixa de Gaza por Israel.

Dezenas de manifestantes se reuniram em frente às embaixadas dos EUA e de Israel em Atenas na terça-feira, para mostrar sua solidariedade ao povo palestino no “Dia Nakba”.

Os manifestantes subiram em cima de vans da polícia e agitaram bandeiras palestinas enquanto gritavam slogans como “Palestina Livre”. Um grupo de manifestantes foi visto queimando à bandeira de Israel na demonstração. Manifestantes se reuniram em frente à embaixada dos EUA e marcharam em direção à embaixada israelense onde a manifestação foi concluída. Sessenta palestinos foram mortos durante os protestos de segunda-feira contra a abertura da nova embaixada dos EUA em Jerusalém, um dia antes do “Nakba Day”, segundo o Ministério da Saúde de Gaza.

Nakba, significa a “catástrofe” em árabe e refere-se ao êxodo palestino de 1948, onde cerca de 700.000 palestinos foram expulsos para dar lugar ao recém-criado Estado de Israel.

Manifestantes queimam uma bandeira de Israel e gritam slogans em frente à embaixada do regime israelense durante uma manifestação no centro de Atenas em 15 de maio de 2018. 

 

Bélgica: “Pare o massacre de Gaza”.

Em Bruxelas manifestantes pró-Palestina condenaram o uso de força letal por militares israelenses durante a “Grande Marcha de Retorno”, em uma manifestação na frente da estação ferroviária central de Bruxelas na terça-feira. O ponto de maior tensão veio quando um supostamente partidário de Israel atravessou a multidão. A polícia foi implantada para impedir que os manifestantes entrem na estação. O protesto foi organizado por organizações belgas de paz em associação com a comunidade palestina. A Bélgica convocou embaixador israelense para reuniões na terça-feira, um dia depois de as tropas israelenses dispararem contra grupos civis palestinos perto da cerca de fronteira matando 59 palestinos, segundo o Ministério da Saúde de Gaza.

Turquia: Apoiadores palestinos superam a efígie de Trump em uma polpa

Uma efígie do presidente dos EUA, Donald Trump, foi rasgada na terça-feira em uma manifestação pró-Palestina em Diyarbakir, no sudeste da Turquia. O protesto foi chamado para denunciar a transferência da embaixada dos EUA para Al-Quds.

A condenação internacional seguiu o recente derramamento de sangue na cerca da fronteira, quando o fogo israelense matou 60 palestinos, segundo o Ministério da Saúde de Gaza. O governo turco pediu ao embaixador israelense tolerância por protestos. Israel não divulga números e nega sugestões de que usa força excessiva.

Manifestação na Faixa da Gaza (palestina)

 

 

 

 

Comentários: