Brasília, 12 de dezembro de 2018 às 22:20
Selecione o Idioma:

Equador

Postado em 03/10/2018 11:04

Incêndio florestal destrói 650 hectares no Equador

.

Cerca de 650 hectares na cerra de Atacazo, ao sudoeste de Quito, foram arrasados por um incêndio desde o dia 29 de setembro no Equador.

“Basicamente foram afetados pastos, em alguns casos, e em alguns locais a floresta de pinheiros e a mata primária”, disse Ramiro Barros, prefeito de Mejia (sul de Quito), à agência Sputnik.

Cidade equatoriana de Portoviejo após terremoto em 16 de abril de 2016
© AFP 2018 / RODRIGO BUENDIA

De acordo com Barros, o controle do fogo tem sido difícil em função da baixa acessibilidade do terreno.As chamas também afetaram ursos, coelhos selvagens, lobos, quilicos, andorinhas, raposas e outros animais, embora as causas do incêndio ainda estejam desconhecidas.

O Atacazo é caracterizado por sua floresta de montana úmida.

A operação para apagar o fogo dura desde sábado e conta com a participação de 120 soldados do Corpo de Bombeiros de Quito, 50 soldados do exército e 50 membros do Corpo de Bombeiros de Mejia. As equipes são assistidas por um helicóptero Argus com câmera de imagem térmica para identificar os focos de incêndio e coordenar ações operacionais em terra.

Francisco Alvear, porta-voz do Corpo de Bombeiros Quito, disse à Sputnik que a extensão do dano somente poderá ser medida após a extinção das chamas, que são de Nível 3, a maior classificação adotada pelos bombeiros.

Comentários: