Brasília, 19 de outubro de 2017 às 04:31
Selecione o Idioma:

Economia

Postado em 08/10/2017 8:41

Kim Jong-un revela que economia do país ficou ilesa a sanções e demonstra crescimento

.


Warning: Illegal string offset 'filter' in /home1/patri590/public_html/patrialatina.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 1372
Share Button
© REUTERS/ KCNA

A linha política de desenvolvimento paralelo da economia e do programa nuclear foi escolhida corretamente, dado que o país demonstra crescimento econômico no ano corrente, afirmou o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante uma sessão plenária do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia.

“A situação atual prova que o nosso partido tem avançado pelo caminho certo de desenvolvimento paralelo da economia e da construção do arsenal nuclear, ao mesmo tempo que avançou pela via das ideias do socialismo de juche. Apesar das sanções duras dos EUA e seus satélites, a economia cresceu”, destacou, citado pela KCNA.

Kim Jong-un assegurou que “se deve reforçar o apoio sobre as próprias forças do país, impedir as tentativas de desencadear uma guerra nuclear e as manobras odiosas com sanções”.

De acordo com o líder norte-coreano, as armas nucleares são um “gládio que permite aos povos disfrutarem de uma vida feliz debaixo do céu limpo, dispersando as nuvens nucleares da violência”, bem como “uma força de contenção que protege a paz e segurança na península da Coreia e nos países do Nordeste da Ásia”.

Além disso, o arsenal nuclear, na opinião de Kim Jong-un, é preciso para “proteção da longa ameaça nuclear do imperialismo estadunidense”.

O líder da Coreia do Norte adiantou que os EUA “fabricam as resoluções sobre sanções do Conselho de Segurança da ONU para destruir a soberania norte-coreana e se encolerizam em agonia”.

“O potencial científico e tecnológico é a principal alavanca para quebrar as intrigas dos EUA, bem como para alcançar sucesso na construção de uma potência econômica socialista”, resumiu.

Pela primeira vez, o respectivo rumo ao desenvolvimento paralelo da economia e do programa nuclear foi proclamado em maio de 2016, durante o primeiro congresso em 36 anos do Partido dos Trabalhadores da Coreia.

Comentários: