Brasília, 23 de maio de 2019 às 23:53
Selecione o Idioma:

Papo do Dia:

Venezuela

Postado em 16/05/2019 8:36

Maduro reforça proteção da embaixada dos EUA em Caracas

.

© REUTERS / Marco Bello
AMÉRICAS

O líder da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que ordenou às forças de segurança reforçar a proteção da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, após o ataque à embaixada do país sul-americano em Washington.

“De acordo com nossa visão estrita de respeito pelo direito internacional como base para a paz (…) ordenei reforçar a vigilância e a proteção polícial e legal do edifício onde ficava a embaixada dos Estados Unidos, e que pertence ao Governo dos Estados Unidos aqui em Caracas”, disse o presidente durante uma manifestação na capital, transmitida pela emissora estatal Venezolana de Televisión.

O presidente da Venezuela condenou a tomada da embaixada da Venezuela nos Estados Unidos por um grupo de policiais e agentes do serviço secreto norte-americano.”O mundo está observando atônito e indignado como o governo de Donald Tump e sua polícia tomaram de assalto e de maneira brutal a embaixada da Venezuela em Washington DC. O Governo Bolivariano da Venezuela, juntamente com todo o povo da Venezuela, rejeita e repudia a agressão à embaixada”, disse o presidente.

O Governo da Venezuela pretende denunciar o ataque à sua embaixada em Washington aos organismos internacionais e levar essas demandas “as últimas consequências”, disse Maduro.

“Eu disse ao chanceler [Jorge Arreaza] e ao embaixador [Samuel] Moncada, da Organização das Nações Unidas, que levaremos essa queixa às últimas consequências”, concluiu.

Sputnik

Comentários: