Brasília, 12 de dezembro de 2018 às 22:20
Selecione o Idioma:

Cuba

Postado em 16/05/2018 12:37

Novidades do turismo cubano

.

O crescimento constante na chegada de visitantes estrangeiros aos destinos turísticos no mundo flutua entre 3,5 e 4%. Em Cuba, após fechar o ano 2017, atingiu-se 16,2%. O número não só representa um registro histórico para a Ilha, também faz a diferença respeito os restantes países do Caribe.

As potencialidades do destino Cuba tornaram 2017 o melhor ano para o turismo no país. Atingiu-se um registro histórico que ultrapassou os quatro milhões de visitantes, ainda que o contexto estivesse marcado por eventos meteorológicos que afetaram, sobretudo, as ilhotas do norte da Ilha.

Perante esta situação, e apesar da rápida recuperação, a percepção dos clientes estrangeiros acerca do que acontecia no Caribe fez com que muitos mudassem seus destinos e torcessem por Cuba para o próximo ano.

A isso se acrescentam as medidas anunciadas pela atual administração norte-americana, que fizeram diminuir significativamente o número conseguido em 2017 (159.563 turistas estadunidenses só no primeiro trimestre, respeito aos 95.520 que chegaram no mesmo período de 2018).

Hoje, embora os números tenham mudado respeito a 2017, ao terminar o primeiro trimestre de 2018, Cuba atinge o mesmo nível de países emissores, conseguido no mesmo período de 2017.

Segundo declarou à imprensa o diretor comercial do Ministério do Turismo de Cuba, Michel Bernal, entre os mercados emissores da Ilha, Canadá continua na primeira colocação, acompanhada dos cubanos residentes no exterior e os estadunidenses, seguidos pela França, Reino Unido, Itália, Espanha e Alemanha. Rússia está marcando presença com muita força, com um crescimento sustentado de 32%; México com 23% e por último a Argentina.

Neste mesmo contexto, Cuba atingiu já seu primeiro milhão de visitantes, um dado que cresce perante a presença, cada vez mais notável, da modalidade de cruzeiros e as solicitações de voos charters.

Em uma entrevista coletiva, o diretor comercial do Mintur asseverou que a maioria dos destinos para cruzeiros na Ilha já estão ocupados até 2019 e existem mais de 200 solicitações adicionais de incremento nos voos charters respeito a 2017; ambos os serviços com clientes estadunidenses.

Michel Bernal acrescentou que se vão desenvolver novas operações a partir do México e a Espanha, e se percebe interesse do mercado russo pela Ilha maior das Antilhas, com a chegada de aeronaves maiores, as que permitirão transportar muito mais visitantes.

A meta é fechar o ano 2018 com cinco milhões de visitantes e consegui-lo depende, em boa medida, da promoção e os negócios que se consigam para o beneficio do setor do turismo.

Por isso, tal como cada ano se desenvolveu a Feira Internacional do Turismo de Cuba 2018, FitCuba, um evento que chegou à 38ª edição e que, precisamente, foi realizado nas ilhotas do norte de Villa Clara, um destino completamente renovado, depois da passagem devastadora do furacão Irma.

PALCO PARA A PROMOÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO

As ilhotas Ensenacho, Las Brujas e Santa María, as cidades de Villa Clara, Remedios e Sagua la Grande, foram algumas das atrações para mostrar neste encontro que, também, mostrou a variedade de opções que tem Cuba.

«FitCuba é o evento mais importante do turismo no país porque é onde conflui a promoção do destino e se determina a comercialização da próxima temporada de inverno. É um espaço onde se apresentam as principais empresas, linhas aéreas, agências de viagens e parceiros no mercado», explicou a diretora de comunicações do Mintur, Janet Ayala.

Desta vez, o Reino Unido, como país convidado, trouxe uma delegação oficial que apreciou as potencialidades das ilhotas do norte, um destino pelo qual o mercado inglês mostra grande interesse.

Do Canadá também veio uma ampla representação. Os principais diretivos e empresas canadenses participaram de diferentes encontros com a parte cubana para rever a atividade comercial e continuar desenvolvendo as relações de trabalho.

«Este é o palco idôneo para impulsionar e estreitar as relações com os operadores turísticos e as agências de viagens, e trabalhar em várias estratégias com os principais países emissores, com vista a estimular e promover o destino Cuba. Aqui é onde se realizam as reuniões de trabalho com nossas redes hoteleiras e se assinam as contratações para o verão 2018 e o inverno de 2019», asseverou o diretor comercial do Ministério de Turismo, Michel Bernal.

FitCuba 2018 é também o palco onde outras modalidades do turismo se consolidam no mercado. Tal é o caso de Serviços Médicos Cubanos, um fornecedor que cada dia consegue melhor colocação e solidifica o turismo de saúde. O potencial da carteira de oportunidades neste setor foi também um tema mencionado, já que é um espaço propicio para assinar acordos e negócios que permitem acelerar ainda mais o crescimento do turismo.

Por outro lado, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Citma) atualizou os visitantes acerca dos projetos que se realizam, precisamente neste destino turístico, para recuperar e restaurar as praias; um exercício que dá maior valor e qualidade às costas.

Uma parte importante do desenvolvimento do turismo no país se relaciona aos fornecedores, neste caso, territoriais. Eles são fundamentais à hora de valorizar o produto turístico, contribuem para a criação de articulações produtivas e favorecem a economia nacional. Neste caso, a feira de fornecedores permitiu mostrar aos participantes alguns destes resultados, sobretudo os relacionados com os alimentos e os insumos hoteleiros.

Um dos objetivos fundamentais do Ministério do Turismo é conseguir maior presença nacional no sistema turístico do país. Por isso, foi desenvolvida uma feira de grande público, onde as agências nacionais anteciparam as ofertas de verão, com o acompanhamento de atividades culturais e recreativas.

NOVOS DESTINOS E MODALIDADES

Sagua la Grande, localizada na província de Villa Clara, foi lançada ao mercado internacional como outro dos destinos nacionais, nesta 38ª edição da FitCuba. Segundo explicou na entrevista coletiva a diretora das comunicações do Mintur, Janet Ayala, no destino se desenvolve um amplo sistema de empreendimentos, de construção e renovação, que inclui dois novos hoteis (El Palacio de Arena e Hotel Sagua la Grande), além de obras de apoio à atividade hoteleira, com destaque para os bares-lanchonetes Gran Rey e El Alambique. A ilhota Esquivel se une a este lançamento como destino de sol e praia. Os visitantes podem desfrutar de excursões a este recanto da geografia que conta, também, com um ponto náutico.

O otimismo comercial da Feira se focou também em Cuba como um produto competitivo na região. A Ilha maior das Antilhas tem um legado cultural e histórico amplo, com mais de 200 monumentos nacionais, dez locais declarados Patrimônio da Humanidade e o reconhecimento como um dos destinos mais seguros do mundo. Tudo isto oferece um amplo leque de turismo cultural, de natureza, a prática da náutica, o mergulho, o percurso, o turismo de saúde e outros que se colocam atualmente no mercado.

Hoje, o Ministério do Turismo desenvolve estratégias comerciais com os principais mercados da Europa e implementa políticas respeito à modalidade de percursos, que permitem desfrutar do potencial cultural e patrimonial de Cuba, de um modo mais completo.

Atualmente, o momento comercial é otimista com um produto de mais qualidade e preços que estimula as visitas. Entre os objetivos deste ano, o Mintur pretende recuperar e incentivar, também, o turismo de eventos, uma modalidade para a qual existem as condições e a experiência. Por outro lado, dinamiza-se o mercado nacional, com o objetivo de aumentar o nível e que se coloque entre os principais mercados.

FitCuba, o evento, que cada ano mostra resultados positivos para o desenvolvimento do setor, procurou catalisar o desenvolvimento turístico para as próximas temporadas. Mostrar o melhor de Cuba, a qualidade dos seus serviços, lugares, a diversidade de opções, a segurança e as potencialidades deste mercado, consideram-se entre os imperativos para que neste ano 2018, pela primeira vez, consigam-se os cinco milhões de visitantes.

Comentários: