Brasília, 24 de setembro de 2017 às 12:49
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 15/11/2015 9:55

Os ataques terroristas de Paris e a “narrativa oficial”

.

Share Button

– The Matrix estende o seu alcance

por Paul Craig Roberts

Apenas uma hora após os ataques de Paris e ainda sem qualquer prova, foi gravada na pedra a narrativa de que os perpetradores eram do ISIL. É assim que funcionam os trabalhos da propaganda.

Quando o ocidente faz isto ele sempre tem êxito porque o mundo habituou-se a seguir a sua liderança. Admirei-me por ver, por exemplo, os serviços noticiosos russos ajudarem a propalar a narrativa oficial dos ataques de Paris apesar de a própria Rússia ter sofrido tantas vezes com narrativas falsas fabricadas.

Será que os media russos esqueceram o MH-17? No mesmo minuto em que era transmitida a narrativa de que o avião da Malaysian fora atingido por um míssil russo sobre a Ucrânia oriental nas mãos de separatistas, a culpa era atribuída à Rússia. E é onde a culpa permanece apesar da ausência de prova.

Será que os media russos também esqueceram a “invasão russa da Ucrânia”? Esta narrativa ridícula é aceite por toda a parte no ocidente como verdade sagrada.

Será que os media russos se esqueceram do livro daquele editor alemão de jornal, o qual escreveu que todo jornalista importante europeu era um activo da CIA?

Alguém poderia pensar que a experiência teria ensinado os media russos a serem cauteloso quanto a explicações que têm origem no ocidente.

Temos agora o que provavelmente é mais uma falsa narrativa estabelecida como verdade. Assim como uns poucos sauditas com canivetes enganaram todo o aparelho de segurança nacional dos EUA, o ISIL conseguiu adquirir armas não adquiríveis e enganar a inteligência francesa enquanto organizava uma série de ataques em Paris.

Por que é que o ISIL fez isto? Tiro pela culatra pelo pequeno papel da França na violência do Médio Oriente?

Por que não os EUA ao invés?

Ou será que o objectivo do ISIL era ter o fluxo de refugiados para dentro a Europa bloqueado por fronteiras fechadas? Será que o ISIL quer realmente manter todos os seus oponentes na Síria e no Iraque quando, ao invés, pode conduzi-los para a Europa? Por que tem de matar ou controlar milhões de pessoas impedindo a sua fuga?

Não espere quaisquer explicações ou questionamentos por parte dos media acerca da narrativa que está estabelecida como verdade definitiva.

A ameaça ao establishment europeu não é o ISIL. As ameaças são a ascensão de partidos políticos anti-UE e anti-imigrantes: Pegida na Alemanha, o UKIP na Grã-Bretanha e a Frente Nacional em França. Os inquéritos mais recentes mostram a Frente Nacional de Marine Le Pen à frente como a provável presidente francesa.

Algo tinha de ser feito acerca das hordas de refugiados provocadas pelas guerra de Washington, ou os partidos políticos do establishment serão confrontados com a derrota às mãos de partidos políticos que também são adversos à subserviência de Washington à Europa.

As regras da UE acerca de refugiados e imigrantes e a aceitação de um milhão de refugiados pela Alemanha, juntamente com fortes críticas àqueles governos na Europa do Leste que quiseram erguer muros para manter os refugiados do lado de fora, tornou impossível o encerramento de fronteiras.

Com os ataques terroristas de Paris, o que era impossível tornou-se possível e o presidente da França imediatamente anunciou o encerramento das fronteiras a França. Os encerramentos de fronteiras propagar-se-ão. A questão principal dos partidos políticos dissidentes em ascensão será neutralizada. A UE estará segura e, assim, a soberania da Europa sobre a Europa.

Se os ataques de Paris foram ou não operações de bandeira falsa com a finalidade de obter estes resultados, estes resultados serão as consequências dos ataques. Estes resultados servem os interesses do establishment político europeu e de Washington.

Será o ISIL tão pouco refinado que não tenha percebido isso? Se o ISIL for tão pouco refinado, como é que ele tão facilmente enganou os serviços franceses de inteligência? Na verdade, pode a inteligência francesa ser inteligente?

Podem os povos do ocidente ser inteligentes a ponto de cair numa narrativa forjada antes de qualquer prova? No ocidente, os factos são criados por declarações de governos no seu próprio interesse. A investigação não faz parte do processo. Quando 90 por cento dos media estado-unidenses são possuídos por seis mega corporações, não pode haver qualquer diferença.

Na medida em que The Matrix aumenta o absurdo das suas afirmações, ela no entanto consegue tornar-se ainda mais invulnerável.

14/Novembro/2015

Ver também:

The Paris Terrorist Attacks, “9/11 French-Style”, “Le 11 septembre à la française” , Michel Chossudovsky

CONFIRMED: French Government Knew Extremists BEFORE Paris Terrorist Attack , Tony Cartalucci

Paris Terror Attacks: Blowback or False Flag? France Declares a State of Emergency , Stephen Lendman

Ça sent la merde ces attentats de Paris! , Isabelle

Le communiqué de l’Elysée que vous ne lirez pas , Viktor Dedaj

Le Bataclan revendu le 11 septembre. Exercices “multi-sites” du Samu de Paris le matin même , Alexander Doyle

O original encontra-se em www.globalresearch.ca/…

Este artigo encontra-se em http://resistir.info

Comentários: