Brasília, 23 de setembro de 2017 às 00:40
Selecione o Idioma:

Em Defesa da Petrobras

Postado em 29/08/2017 11:46

Petrobras vende como sucata duas plataformas de petróleo prontas para serem montadas em estaleiro da Ecovix

.

Share Button
Petronotícias:
Vai parecer incrível esta notícia, mas é verdade. A Petrobras, acredite, vendeu como sucata 80 mil toneladas de peças e aço que seriam as plataformas de petróleo P-71 e P-72, que estavam praticamente prontas para serem montadas. (…) Todo o projeto, todo o planejamento, todas as compras, o dinheiro que foi investido, a infinidade de horas trabalhadas, se tornaram sucata no Estaleiro Ecovix, em Rio Grande, no Rio Grande do Sul. A Gerdau, que não tem nada a ver com uma solução tão criativa, está cortando essa montanha de aço e transformando tudo em ferro fundido.

Esta solução fantástica foi tomada pela alta direção da Petrobras, por iniciativa de seu presidente Pedro Parente, que havia antecipado há meses que a empresa iria tomar esta decisão.

(…) A Ecovix, empresa responsável pela integração da P-71 e P-72, (…)  não está comentando o assunto. Já a Gerdau, limitou-se a admitir que a empresa “participou do processo de licitação para a compra de sucata do Estaleiro Rio Grande e venceu”.

(…) Em 2010, a Ecovix venceu a licitação para montar oito plataformas para a Petrobras. Três ficaram prontas. Com a Operação Lava Jato, a empresa foi considerada inidônea pela Petrobras, seus dirigentes chegaram a ser presos e hoje a empresa está em recuperação judicial. Em dezembro do ano passado, o contrato foi suspenso e 3.500 metalúrgicos foram demitidos. Mesmo depois de pagar por todo este material, a atual direção da Petrobrás descontinuou os projetos e mandou vender todas as peças como sucata. O Sindicato dos Metalúrgicos local entrou com uma ação judicial para reverter a situação. (Paulo Henrique Amorim)

Foto: Criação Conversa Afiada

Comentários: