Brasília, 26 de maio de 2019 às 02:00
Selecione o Idioma:

Sem Titulo

Postado em 13/03/2019 9:23

POIS É, BESTA SOMOS NÓS

.

Deixamos acontecer a tragédia, mesmo sabendo que 1/3 da renda nacional (28%) estão nas mãos do 1% mais rico

Pensando em obras coletivas (não exatamente grupos), dois álbuns do cancioneiro brasileiro, para mim, são seminais. Por feliz coincidência, ambos foram lançados em 1972. Falo de “Acabou Chorare”, dos Novos Baianos, e do primeiro “Clube da Esquina”, de Milton Nascimento e seus mineiros.Tomo dos baianos a faixa “Besta é Tu”, composta por Pepeu Gomes, Luiz Galvão e Moraes Moreira, para proclamar que todos os que não votaram 17 deveriam ostentar o bordão em peitos, cartazes e adesivos.

Pois é, BESTA é TU!

Produtores agropecuários, exportadores de commodities ou não, e mesmo os muitos eleitores dele que, inadvertidamente, irão perder benefícios da agricultura familiar com reflexo direto na comida sobre as mesas de brasileiros pobres.

Pois é, BESTA é TU!

Que votou, elegeu, e entregou a presidência da República a um incompetente, despreparado, de quem vocês não tinham qualquer noção, após 28 anos do nada fazer, só por que ele iria liberar umas armazinhas de tiro ou de toxidade para vocês.

Pois é, BESTA é TU!

Que não imaginou que Paulo “Keds”, para manter o ajuste fiscal, percebeu que só poderia tirar dinheiro de quem trabalha no campo, na forma de taxas pra cobrir os rombos abissais dos Estados.

Pois é, BESTA é TU!

Que esqueceu a bonança entre 2003 e 2015, graças a um estadista, hoje na prisão por delações premiadas qualquer nota, depois de ter vencido a maior crise da economia mundial desde 1929 (2007/8).

Pois é, BESTA é TU!

Que o trocou por um mi(n)to que agora elimina ou diminui os direitos da aposentadoria de trabalhadores urbanos e rurais.

Pois é, BESTA é TU!

Que acreditou que ele mexeria com o sistema hereditário de aposentadorias de filhos e netos de militares e altos funcionários do Judiciário?

Pois é, BESTA é TU!

Que não sabe que o “Guru” nunca passou de um consultor de baixo escalão nem comandou equipe de mais de duas pessoas. Ô José Márcio Camargo, ainda não conseguiu seu empreguinho, mesmo com aquela desastrosa entrevista ao Valor?

Pois é, BESTA é TU!

Que perderá exportações com Tereza Cristina oficializando registros de agrotóxicos aos montões. Puta estardalhaço pra quê, se há muito tempo vocês os usam, pois, o Paraguai fica logo ali.

Pois é, BESTA é TU!

Que verá nossa biodiversidade ser vendida, a riqueza de suas gerações futuras, vocês eternos donos de terra. A vida os sorri hoje, mas não mais a continuarem os erros de geopolítica e relações comerciais com nossos clientes de maior potencial de compras.

Pois é, BESTA é TU!

Por se amasiarem com os EUA e Donald Trump, seus maiores concorrentes, com colheitadeiras, agricultura de precisão, Big Data, moléculas químicas e tóxicas cada vez mais modernas. Tudo deles e para o bolso deles, pago pelos seus.

Pois é, BESTA é TU!

Incertezas que não haveriam: subsídios da Lei Kandir, escolha errada no alinhamento de países, câmbio no atual patamar até as reformas empacadas, como serão cobrados os ICMS e qual será a decisão sobre a tabela de fretes. E o seguro rural, mais do que necessário, bem encaminhado por Dilma por ação de Kátia Abreu? Pras calendas?

Pois é, BESTA é TU!

Afinal, abriremos a exploração de urânio aos investimentos privados. Nacionais? Coitados.

Mas se bestas são todos vocês, o que seremos nós? Bestas também, claro. Deixamos acontecer a tragédia, mesmo sabendo que 1/3 da renda nacional (28%) estão nas mãos do 1% mais rico. Temos a maior concentração de riqueza do planeta, depois da Turquia. Entre as dez maiores economias do mundo, o Bananão (saudades, Ivan Lessa) está em 79º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da ONU.

Com Lula, nosso índice de Gini só melhorou. Agora … temos 43,5% de nossas crianças vivendo na pobreza. Teria muitos outros índices para informá-los. Mas, ao contrário de meu modo de colunismo, estou achando tudo isso “um saco, como dar pipoca aos macacos” (Raul Seixas).

Passo, então, à galhofa que, infelizmente, Zé de Abreu, fez a melhor do ano. Vamos lá:

Em 6 de março, o Valor fez publicar: “Índios serão consultados sobre mineração, mas não vão decidir, diz ministro (Bruno Albuquerque)”. Pensei que iriam. “Bestas, somos Nós”.

Comentários: