Brasília, 22 de maio de 2019 às 03:04
Selecione o Idioma:

Sem Titulo

Postado em 25/09/2016 5:52

Rússia não concordará mais com medidas unilaterais sobre Síria

.

© REUTERS/ Brendan McDermid
O representante permanente da Rússia na ONU, Vitaly Churkin, afirmou neste domingo (25) que a Rússia não irá mais concordar com passos unilaterais no conflito da Síria.
Ao discursar reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Síria, o diplomata russo falou sobre a pré-condição de interromper unilateralmente os voos de sua força aérea como parte do acordo de cessar-fogo no país.
“Primeiro disseram: por três dias. Nós concordamos. Depois disseram: ‘Não, o presidente dos EUA decidiu que são precisos sete dias'”, disse Churkin.
“Tais truques táticos não pode continuar indefinidamente, Não concordaremos mais com medidas unilaterais”, frisou. Ele ainda disse que é uma tarefa quase impossível o retorno da Síria para a paz, pois centenas de grupos armados estão operando no país, bombardeando seu território.
 Na segunda-feira (19) expirou o cessar-fogo que havia sido acordado entre Rússia e EUA em 9 de setembro para entrar em vigor em 12 de setembro.
A Rússia tem afirmado repetidamente que seleciona cuidadosamente os alvos para ataques aéreos na Síria, e em relação às acusações de que a Rússia supostamente ataca alvos civis na Síria, nunca foram encontradas quaisquer evidências.
O Conselho de Segurança marcou uma reunião urgente para discutir a situação em Aleppo neste domingo (25), por iniciativa dos EUA, França e Grã-Bretanha.

https://br.sputniknews.com/mundo/20160925/6404098/russia-nao-concordara-com-medidas-unilaterais-siria.html

Comentários: