Brasília, 15 de dezembro de 2017 às 10:49
Selecione o Idioma:

Venezuela Resiste ao Império

Postado em 28/09/2017 6:09

Sanções contra Venezuela pretendem impedir chamado ao diálogo

.

Share Button
Foto: Andreina Blanco, AVN

Caracas, AVN.- As recentes sanções econômicas que o Canadá aplicou contra o país, e que se somam as impostas em agosto pelos Estados Unidos, pretendem “violar o processo de diálogo, a bandeira do diálogo que o presidente Nicolás Maduro levantou na Venezuela”, denunciou nesta terça-feira a presidenta da Assembleia Nacional Constituinte, Delcy Rodríguez.

Em sessão ordinária celebrada no Palácio Legislativo, em Caracas, Rodríguez explicou que estas sanções, que afetam diretamente as atividades econômicas que a Venezuela tem com os dois países, formam parte de um plano imperial que Donald Trump pretende levar a outros espaços como a União Europeia.

“Hoje pediu o presidente Trump: que a União Europeia também imponha sanções contra a Venezuela, e hoje justamente saiu a direita venezuelana dizendo que não iria participar da reunião para o diálogo na República Dominicana. Estão atendendo as ordens imperiais como deu Luis Almagro no ano passado”, denunciou.

Diante destas e outras ações, a presidenta da ANC reiterou que a posição dos mais de 500 constituintes será de defender o chamado ao diálogo que o governo nacional promoveu durante este ano, pois a paz —insistiu— é o único caminho para o futuro e o desenvolvimento do país.

“A paz é o único camino para nossa pátria. O diálogo e nós damos um apoio absoluto à proposta do diálogo do presidente Maduro”, disse.

A ANC também aprovou nesa terça-feira um decreto em rechaço às ações imperiais contra o país, em que reitera sua missão de defender a soberania e independência nacional.

Comentários: