Brasília, 18 de agosto de 2017 às 04:00
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 17/04/2017 7:09

Temer confessa: Dilma caiu porque não cedeu à chantagem de Cunha

.

Share Button
Reprodução
As vésperas do processo de impeachment completar um ano, Michel Temer, em entrevista ao vivo neste sábado (15) na Rede Bandeirantes, evidenciou que não foram as pedaladas fiscais que levaram a queda da presidenta Dilma Rousseff e sim outros motivos que configuraram um Golpe de Estado.
O atual presidente, a jornalistas, confessou que Dilma foi derrubada porque o PT não salvou o ex-deputado Eduardo Cunha, até então presidente da Câmara, no Conselho de Ética, e que por isso o processo de impeachment foi aberto.
“Que coisa curiosa! Se o PT tivesse votado nele naquele Comitê de Ética, seria muito provável que a senhora presidente continuasse”, disse o peemedebista.
Temer, demonstrando tranquilidade, deixou claro que considera o episódio algo normal na política brasileira.
Abaixo, a transcrição do trecho em que Temer faz a confissão.
Em uma ocasião, ele [Eduardo Cunha] foi me procurar.
Ele me disse ‘vou arquivar todos os pedidos de impeachment da presidente, porque prometeram-me os três votos do PT no conselho de ética’. Eu disse que era muito bom, porque assim acabava com essa história de que ele estava na oposição. (…) naquele dia eu disse a ela [Dima] ‘presidente, pode ficar tranquila, o Eduardo Cunha me disse que vai arquivar todos os processos d impedimento’. Ela ficou muito contente e foi bem tranquila para a reunião.
No dia seguinte, eu vejo logo o noticiário dizendo que o presidente do PT e os três membros do partido se insurgiam contra aquela fala e votariam contra [Cunha no Conselho de Ética]. Mais tarde, ele me ligou e disse ‘tudo aquilo que eu disse, não vale, vou chamar a imprensa e vou dar início ao processo de impedimento ’
Que coisa curiosa! Se o PT tivesse votado nele naquele comitê de ética, seria muito provável que a senhora presidente continuasse.
E quando eu conto isso eu conto para revelar, primeiro, que ele não fez o impedimento por minha causa. E, segundo, que eu não militei para derrubar a presidente.”
Com Portal Fórum

Comentários:

Loading Facebook Comments ...

Uma ideia sobre “Temer confessa: Dilma caiu porque não cedeu à chantagem de Cunha”

  1. “Que coisa curiosa! Se o PT tivesse votado nele naquele comitê de ética, seria muito provável que a senhora presidente continuasse.

    E quando eu conto isso eu conto para revelar, primeiro, que ele não fez o impedimento por minha causa. E, segundo, que eu não militei para derrubar a presidente.” De fato, o Traidor Temer não militou para derrubar Dilma, só conspirou o tempo inteiro para que isso acontecesse, provando para toda a Nação não ser digno do cargo de vice e muito menos de ocupar o cargo da Presidente. Os deputados e senadores que fizeram parte do golpe mostraram a que nível chegou a Traição e CORRUPÇÃO deles que se venderam por dinheiro e vantagens. Foram mais longe, deixaram que seu corruptor fosse degolado por seus crimes de há muito denunciados, demonstrando que seguiram as instruções dum criminoso. Fizeram parte de ato criminoso já que a Presidente nunca cometeu qualquer tipo de crime. Aqui culpo o STF e seus ministros de merda que não tiveram a ombridade de avisar os parlamentares conluiados que não havia crime a ser imputado a Dilma. Na insistência deles, os parlamentares vendidos, deveriam ter pedido o apoio das FFAA para que a Constituição fosse respeitada. Agora a resposta já começou a ser mostrada pelo Povo e os bandidos fingem que nada acontecer, desmontando a economia. E o PT continua dormindo de touca.

Os comentários estão fechados.