Brasília, 19 de novembro de 2017 às 00:49
Selecione o Idioma:

Venezuela Resiste ao Império

Postado em 06/09/2017 9:09

Venezuela pede a estadunidenses frear intenções belicistas de Trump

.

Share Button
Foto arquivo

Caracas,  AVN.- O povo da Venezuela pediu aos moradores dos Estados Unidos (EUA) que trabalhem de forma conjunta pela paz, estabilidade e cooperação recíproca entre ambos os países, valores ameaçados pelas pretensões do presidente, Donald Trump.

“O Povo dos Estados Unidos, povo de paz, deve liderar os esforços para neutralizar as novas intenções belicistas de seu governo. Por isso, fazemos um chamado fraterno e sincero a todos os estadunidenses de boa vontade, para trabalhar juntos pela defesa da liberdade de nossos povos, ao bem-estar de nossos filhos, a cooperação e a paz de nossa região”, manifesta uma carta aberta publicada no jornal New York Times.

O texto alerta que as sanções unilaterais impostas contra o governo venezuelano e Petróleos de Venezuela (Pdvsa) visam gerar uma crise política que termine com o mandato constitucional de Nicolás Maduro, eleito por votação popular em 2013, e impactar um dos principais fornecedores de petróleo dos Estados Unidos.

Essas ações, adverte a carta, também atentam contra os estadunidenses, já que podem levar ao aumento no preço da gasolina, afetar fundos de aposentadoria e inclusive abrir a possibilidade de que jovens participem de um novo conflito militar.

 Juan Carlos La Cruz, AVN

“Para impedir que Donald Trump destrua a longa relação de amizade entre os povos da Venezuela e EUA, é necessário deter esta política irracional de agressão e promover o entendimento político”, afirma o texto, que reafirma a fraternidade do povo venezuelano com os estadunidenses.

Com base nesta ligação de fraternidade, a Venezuela pede ao governo dos EUA respeito à soberania e aos assuntos latino-americanos, segundo os princípios do Direito Internacional.

“A paz é um princípio que guiou as relações entre nossas nações. Este é o momento de escutar as sábias vozes dos Pais Fundadores e dos Libertadores da América para derrotar as tendências violentas e garantir os frutos da paz para as futuras gerações”.

 

Comentários: