Brasília, 26 de junho de 2017 às 14:21
Selecione o Idioma:

Internacional

Postado em 17/06/2017 6:07

Washington é responsável pela tensão crescente com Moscou

.

Share Button
© AP Photo/ Vadim Ghirda
A responsabilidade pelo agravamento das relações entre os EUA e a Rússia é de Washington, pois estimula o aumento da presença da OTAN perto das fronteiras russas, considera Phil Wilayto, coordenador da conferência da coalizão anti-guerra, UNAC, na sigla em inglês.

“Somos contra os EUA incentivarem a ampliação da OTAN ao longo das fronteiras da Rússia. Consideramos os EUA agressores no conflito crescente entre Rússia e EUA”, declarou Wilayto à Sputnik.

Ele destacou também que a organização UNAC, cuja conferência está decorrendo no estado da Virginia, é contra as operações militares dos EUA em outros países: Síria, Venezuela, Ucrânia, Filipinas e continente africano.

Outro participante da conferência, Joe Lombardo, sublinhou também que as ações da OTAN, apoiadas pelos EUA, no continente europeu representam um perigo real.

A Rússia, por sua parte, vem reiteradamente considerando a expansão militar da OTAN perto de suas fronteiras como um reforço perigoso da corrida armamentista.

 Sputnik

Comentários: