Brasília, 21 de agosto de 2018 às 01:40
Selecione o Idioma:

África

Postado em 15/03/2018 4:48

 Zimbabwe promove política sobre tecnologias da informação

.

Harare,(Prensa Latina) O presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, anunciou a política nacional de Tecnologias da Informação e Comunicação (ICT), as quais oferecerão uma guia e direção estratégica para o desenvolvimento sustentável da economia, foi informado hoje aqui.

Ao apresentar estas medidas no Centro Internacional de Convenções de Harare, o mandatário disse que essa política brindará fundos a jovens inovadores e tem como objetivo a transformação, o crescimento, a inclusão, a sustentabilidade e a associação no caminho fundamental da economia.

Também, coloca no seu centro marcos institucionais, legais e regulatórios para atingir as metas previstas, precisou.

Em seu discurso inaugural, Mnangagwa assinalou que as ICT devem ser vistas como um meio econômico para o desenvolvimento e o estabelecimento de soluções apropriadas que contem integralmente com fôlego, profundidade e flexibilidade.

Daí a importância desta política encaminhada a converter a revolução da informação tecnológica na base para a transformação do Zimbabwe em uma sociedade informática, expressou o governante.

Sublinhou que o setor de ICT também apoia redes de serviços e aplicativos, promove o comércio em linha e o conteúdo digital de Internet.

Mnangagwa referiu-se assim mesmo ao papel que podem desempenhar essas tecnologias para contar com um governo conectado, promover a educação e outros serviços para fortalecer a segurança das redes e desenvolver uma base de recursos humanos.

Depois de elogiar a quem promove o sistema de ICT, o chefe de Estado afirmou que essas tecnologias da comunicação atingem uma taxa de 95 por cento e uma cobertura geográfica próxima ao 75 por cento do território do Zimbabwe.

Reiterou que seu governo faz grandes esforços no uso das ICT com o investimento em sua infra-estrutura e nos setores de educação, investigação e desenvolvimento, bem como com a expansão de Centros Comunitários de Informação.

O presidente expressou que as autoridades estão comprometidas a acelerar a implementação de um governo que conte com esses recursos.

Elogiou estas medidas, agregou, permitirão melhores comunicações e serviços dentro do aparelho governamental e com a cidadania, e atingir o fim da corrupção através de sistemas automatizados que acabarão com impedimentos burocráticos.

O ministro do ICT e Segurança Informática, Supa Mandiwanzira, entre outros servidores públicos, assistiu ao ato.

Comentários: